Bienal 12 homenageia cinco mulheres por atuação em questões relativas ao(s) feminino(s)

Atualizado: Jun 15

As agraciadas Andrea Giunta, Gloria Crystal, Maria Berenice Dias, Maureen Gallagher e Patricia de Campos Mello receberão placas de reconhecimento






Para celebrar o tema desta edição da Bienal do Mercosul - Feminino(s): visualidades, ações e afetos -, a mostra homenageia, nesta sexta-feira, cinco personalidades de destaque que trabalham com questões relacionadas às mulheres em diferentes áreas profissionais. As contempladas com o reconhecimento são a curadora da Bienal 12, Andrea Giunta; as diretoras da Fundação Bienal do Mercosul, Gloria Crystal e Maria Berenice Dias; a líder humanitária Maureen L. Gallagher; e a jornalista e escritora Patrícia de Campos Mello.


A homenagem será oficializada pelo presidente da Fundação Bienal do Mercosul, Gilberto Schwartsmann, e pelo presidente do conselho de administração da instituição, Renato Rizzo. Os dois vão presentear as agraciadas com placas de reconhecimento.


Segundo o presidente da Fundação Bienal do Mercosul, a homenagem é uma tradição que teve início na Bienal 11 e deve ter continuidade nas próximas edições do projeto. Conheça abaixo um pouco da trajetória dessas cinco mulheres:


Andrea Giunta

Escritora, curadora e professora da Universidade de Buenos Aires, onde obteve seu doutorado. Pesquisadora principal do CONICET, Argentina, e pesquisadora visitante da Universidade do Texas em Austin. Autora de vários livros sobre arte latino-americana, incluindo Avant-garde, Internationalism and Politics: Argentine Art in the Sixties (Durham: Duke University Press, 2007). Em 2018, publicou Feminismo y arte latinoamericano: Historias de artistas que emanciparon el cuerpo (Buenos Aires: Siglo XXI, 2018, a ser publicado pela University of California Press). Foi co-curadora de Radical Women: Latin American Art, 1960–1985, mostra exibida entre 2017 e 2018 no Hammer Museum, em Los Angeles, no Brooklyn Museum, em Nova York, e na Pinacoteca de São Paulo. Curadora da Bienal do Mercosul – Bienal 12 Online, Porto Alegre.

Gloria Crystal

Diretora da Fundação Bienal do Mercosul. Foi secretária adjunta de Livre Orientação Sexual de Porto Alegre, primeira representante da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais e travestis (LGBT) a ocupar um cargo desta estatura no país. É atuante na organização do Dia da Visibilidade Trans. Há cerca de três décadas, luta pela causa da comunidade LGBT, em busca de respeito aos seus direitos, combatendo o preconceito e em favor da dignidade do ser humano.

Maria Berenice Dias

Diretora da Fundação Bienal do Mercosul. É advogada especializada em Direito das Famílias, Sucessões e Direito Homoafetivo. Desembargadora aposentada do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Vice-Presidente Nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM, Presidente da Comissão Especial da Diversidade Sexual e Gênero do Conselho Federal da OAB. Pós-graduada e Mestre em Processo Civil e autora de livros como Manual de Direito das Famílias, Manual das Sucessões e Homoafetividade e os direitos LGBTI. Participou da elaboração do Estatuto das Famílias, Estatuto da Adoção e do Estatuto da Diversidade Sexual e de Gênero, todos em tramitação no Senado Federal.

Maureen Gallagher

Profissional dedicada ao atendimento de populações de risco e em situações de desastre e conflitos em diferentes regiões geográficas do planeta. Realizou sua formação acadêmica com um M.Sc. pela London School of Economics & Political Science, com um B.A. pela Boston University. Atuou como staff da Red Cross em São Francisco, EUA; pelo Peace Corps, no Niger e no Timor Leste; em programas de nutrição em comunidades de risco em Uganda, Congo, Bruma, Sudão, Nigéria; e atualmente dirige um programa da UNICEF em áreas de risco no Afeganistão.

Patrícia de Campos Mello

Jornalista e escritora brasileira. Repórter e colunista da Folha de São Paulo, com atuação como comentarista em outros veículos de comunicação, como TV Cultura, Band e Band News e CNN Brasil. Por sua atuação como jornalista, recebeu em 2019 o Prêmio Internacional de Liberdade de Imprensa do Comitê para proteção de Jornalistas (CPJ). Recebeu em 2016 o Troféu Mulher Imprensa, e em 2017, o Prêmio Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV). Em 2018, foi agraciada com o Prêmio Internacional de Jornalismo Rei de Espanha e o V Prêmio Petrobras de Jornalismo. Atuou como enviada especial em áreas de conflito, como a Síria e a Serra Leoa.


Patrocínio: Santander e Correios

Co-patrocínio: Banrisul e Zaffari

Apoio: Unimed, Eletron Energy, Unicred, Pompéia, Ivo Rizzo, Oleoplan e Blanver

Apoio institucional: Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul, Memorial do RS, MARGS, UERGS, CHC Santa Casa e Fundação Iberê Camargo

Financiamento: Pró-Cultura – Lei Estadual de Incentivo à Cultura

Realização: Lei Federal de Incentivo à Cultura

Fundação Bienal de Artes Visuais do Mercosul

Rua Gen. Bento Martins, 24/1201 - Centro

CEP 90010-080 | Porto Alegre - RS 

contato@bienalmercosul.art.br

+55 51 3254 7500

  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon

PATROCÍNIO:

FINANCIAMENTO:

REALIZAÇÃO:

Site criado e desenhado pela EROICA conteúdo